Skip to content

Almost Famous

abril 22, 2010

Quase Famosos foi o filme que respirou os anos 70 e suspirou o rock! Cenários, atores e figurinos fantásticos serviram de base para recriar a atmosfera de uma geração movida pelo sexo, drogas e Rock n’ Roll!

O diretor Cameron Crow criou uma história quase auto-biografica ao se transpor para o personagem principal: William Miller (Patrick Fugit) .Um jovem e promissor jornalista de rock que sai em turnê com uma de suas bandas preferidas, o Stillwater. Escrevendo uma matéria de capa para a maior revista de rock do país, a Rolling Stones, William se vê envolvido pela banda e pelas groupies, figuras clássicas daquela época. Na realidade, Crow saiu em turnê com a banda Led Zeppelin, ainda quando adolescente, e essa é uma das razões para o filme ter tanta energia: a fidelidade retratada de quem viveu naquela época.

O brilhantismo de Crow ao maestrar essa obra prima, se resguarda também na trilha sonora. Esta foi especificamente selecionada em cada cena, ficando por horas na cabeça de quem assisti ao filme. Tiny Dancer, de Elton John, sendo cantada pelo grupo no ônibus da turnê é uma das cenas mais bonitas; e a Groupie da banda, Penny (interpretada pela magnífica Kate Hudson), dançando ao som de The Wind do Cat Stevens é transcedental (parafraseando William sobre o guitarrista do Stillwater).

A geração jovem dos anos 70 se recusava a convenções burguesas, tais quais como a moda. Recorrendo a roupas vindas de países exóticos – casacos do afeganistão e camisas indianas – eles propagaram a paz, o amor e, sem querer, inventam um estilo: a antimoda. Ainda com forte influência do movimento Hippie e o início do rock sombrio, era uma mistura de florido, country e couro, ainda que disfarçado. Os óculos aviador e super coloridos estavam também em alta, assim como as camisas super estampadas.

Enfim, os anos 70 deixaram traços tão genuínos na cultura americana que, de vez em quando, certas peças voltam a ser tendência. Hoje, o Headband é de novo um acessório de moda feminino e já começam a aparecer em alguns looks masculinos. Uma geração glamurizada pela simplicidade e autenticidade daqueles anos.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: