Skip to content

Relembrando The OC

abril 14, 2010
tags: ,

The OC foi de fato para mim o que Barrados no Baile foi para minha mãe. Comportamento, situações, música e principalmente moda marcam uma geração, e algumas vezes ela é retratada concomitante a uma série de Tv. O seriado teve quatro temporadas, foi transmitida aqui no Brasil pelo SBT e pela Warner Channel. Deixou um legado de divertidas histórias, belíssimas imagens e looks sensacionais.

Tentando fazer um post mais jovem, vou discorrer sobre os looks do Ryan, do Seth e do Luke, este último, apesar de secundário, participou bastante da série na primeira temporada.

Ryan Atwood: Interpretado pelo ator Benjamin McKenzie vivia um pobre garoto do suburbio da California que é adotado por um rica família de Orange County. Apesar de ter mudado de endereço, Ryan não muda seus looks, camisas básicas, jaquetas grossas e jeans são suas peças essenciais. No entanto, as festas de gala, bailes de formatura e alguns encontros com a sociedade de Newport Beach exigiam alguns ternos. Ele seguia os padrões, mas sendo um pouquinho mais casual, dispensando a gravata, por exemplo.


Seth Cohen: O divertido Adrian Brody interpretava basicamente a sí mesmo no seriado. Improvisava diversas falas e tornou o Indie Look um ícono daqueles quatro anos. De fato, ele é um dos motivos para a cultura Nerd ter vigorado tanto nos últimos anos. Conheci diversas bandas por esse personagem, alguns livros e até aderi a alguns looks dele. Introduzido desde cedo à sociedade de Orange County, Seth é meio que o rebelde contemporâneo, sendo sua arma o sarcasmo. Eu adorava as roupas do Seth, era bem casual pela idade, mas chique pela condição de vida.


Luke Wards: Interpretado por Chris Carmack, o típico valentão do colégio tinha uma arma para ser odiado pelos garotos e amado pelas meninas: o estilo (além é claro, dos olhos azuis). Sempre usando camisas sociais, ternos perfeitos e, na praia, bermudas de grife e pranchas mais caras que alguns carros.


Enfim, se eu fosse realmente “resenhar” a cultura pop de The Oc, não caberia espaço nessa página, então achei melhor me limitar falando da moda mesmo. Guilty Pleasure or not, foi um seriado que marcou minha adolescência, me garantiu bons momentos e muita, mas muita inspiração para diversas áreas que eu me interesso hoje.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: